skip to content

Fios de Solidariedade busca construir rede de apoio às mulheres ao longo do ano

Fios de Solidariedade

A sétima edição do Projeto Fios de Solidariedade tem como tema “Árvore da Felicidade - Peça felicidade”. Realizado desde 2014 anualmente em outubro, a ação foi criada com o intuito de unir a comunidade acadêmica e a população ouro-pretana na luta contra o câncer de mama, e também restaurar a autoestima de pacientes em tratamento. O projeto faz parte do programa institucional Mais Saúde da Universidade Federal de Ouro Preto.

Entres as atividades que compõem a programação do evento, que é realizado dos dias 20 a 23 de outubro, estão cortes de cabelos nos salões parceiros do programa em Ouro Preto e Mariana e doação de perucas. Esta edição também conta com eventos on-line, como palestras, apresentações artísticas e oficinas. 

Durante todo o ano são recebidas doações de cabelo para o projeto e na pandemia foram doadas duas perucas e 102 mechas de cabelo recolhidas em cinco salões de Ouro Preto e Mariana. O Fios de Solidariedade também possui uma parceria com a ONG Fio de Luz, que produz próteses oferecidas a pacientes em tratamento ou pós-tratamento oncológico. 

No início do projeto, o primeiro passo da equipe foi coletar relatos de moradoras do bairro Bauxita que tiveram câncer de mama, para realizar uma ação sobre autoestima e acompanhamento em saúde. Desde então, esclarece a comunidade sobre a importância da prevenção e tratamento da doença, que implica em transformações físicas e psicológicas severas nas pacientes. Além dos impactos causados pelo tratamento oncológico. 

O evento é realizado nesta época devido ao Outubro Rosa, que é reconhecido internacionalmente como o mês de prevenção ao câncer de mama. A campanha foi criada na década de 1990 pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e possui esse nome por um laço cor-de-rosa simbolizar a data. O objetivo do Outubro Rosa é compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e tratamento. E o mais importante: contribuir para a redução da mortalidade pelo câncer de mama, que é o tipo da doença que mais mata mulheres em todo o mundo.

Em entrevista à Rádio Ufop Educativa, a farmacêutica Rosana Gonçalves, coordenadora do programa Mais Saúde do Fios de Solidariedade, explica a importância do projeto para as mulheres e como é feito o trabalho de conscientização da comunidade sobre o câncer de mama. Confira. 

A programação da sétima edição do Fios de Solidariedade termina no dia 23 de outubro com um show online, às 19 horas. Para as lives, palestras e oficinas são emitidos certificados pela Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal de Ouro Preto. O projeto possui também uma parceria com a Associação das Repúblicas Federais de Ouro Preto (Refop) para arrecadar doações e montar cestas básicas destinadas à APAE Ouro Preto e à Comunidade da Figueira de Mariana. 

Caso tenha alguma dúvida, acesse o perfil do projeto no instagram (@fiosdesolidariedade) ou no Facebook (fiosdesolidariedadeufop).

Reportagem: Anna Luiza Perigo.

Crédito das imagens: Divulgação

Últimas notícias

Rádio UFOP entre os vencedores do Prêmio Rubra

2 Novembro 2020

O Sistema UFOP de Rádio conquistou o 2°lugar no I Prêmio Rubra de Rádio Universitário , na categoria Divulgação Científica, com o Podcast "O coronavirus, chegou, e agora? O que as crianças querem saber ?". O resultado foi divulgado pela organização no início da noite do dia 2 de novembro e a equipe responsável pela...

Fios de Solidariedade busca construir rede de apoio às mulheres ao longo do ano

22 Outubro 2020

A sétima edição do Projeto Fios de Solidariedade tem como tema “Árvore da Felicidade - Peça felicidade”. Realizado desde 2014 anualmente em outubro, a ação foi criada com o intuito de unir a comunidade acadêmica e a população ouro-pretana na luta contra o câncer de mama , e também restaurar a autoestima de pacientes em...

Reportagem Especial aborda a questão da saúde mental

14 Outubro 2020

De acordo com o Ministério da Saúde, 12 mil pessoas cometem suicídio todos os anos no Brasil. Portanto é de extrema importância que sejam estabelecidos diálogos sobre o assunto, o que deve ser feito com muito acolhimento e, principalmente, sem julgamentos. Ajudar aqueles se encontram em quadro depressivo pode ser feito de...